0 aluno

O estudo da Geografia no Ensino Fundamental – Anos Iniciais, em articulação com os saberes de outros componentes curriculares e áreas de conhecimento, concorre para o processo de alfabetização e letramento e para o desenvolvimento de diferentes raciocínios. Permite atribuir sentidos às dinâmicas das relações entre pessoas e grupos sociais, e desses com a natureza, nas atividades de trabalho e lazer. É importante, na faixa etária associada a essa fase do Ensino Fundamental, o desenvolvimento da capacidade de leitura por meio de fotos, desenhos, plantas, maquetes e as mais diversas representações. Assim, os alunos desenvolvem a percepção e o domínio do espaço.

Nessa fase, é fundamental que os alunos consigam saber e responder algumas questões a respeito de si, das pessoas e dos objetos: Onde se localiza? Por que se localiza? Como se distribui? Quais são as características socioespaciais? Essas perguntas mobilizam as crianças a pensar sobre a localização de objetos e das pessoas no mundo, permitindo que compreendam seu lugar no mundo.

“Onde se localiza?” é uma indagação que as leva a mobilizar o pensamento espacial e as informações geográficas para interpretar as paisagens e compreender os fenômenos socioespaciais, tendo na alfabetização cartográfica um importante encaminhamento.

Essas noções são fundamentais para o trato com os conhecimentos geográficos. Mas o aprendizado não deve ficar restrito apenas aos lugares de vivência. Outros conceitos articuladores, como paisagem, região e território, vão se integrando e ampliando as escalas de análise.

O componente Geografia foi dividido em cinco unidades temáticas comuns ao longo do Ensino Fundamental em uma progressão das habilidades. São elas:

  • O sujeito e seu lugar no mundo: focalizam-se as noções de pertencimento e identidade.
  • Conexões e escalas: a atenção está na articulação de diferentes espaços e escalas de análise, possibilitando que os alunos compreendam as relações existentes entre fatos nos níveis local e global.
  • Mundo do trabalho: abordam-se, no Ensino Fundamental – Anos Iniciais, os processos e as técnicas construtivas e o uso de diferentes materiais produzidos pelas sociedades em diversos tempos. No Ensino Fundamental – Anos Finais, essa unidade temática ganha relevância: incorpora-se o processo de produção do espaço agrário e industrial em sua relação entre campo e cidade, destacando-se as alterações provocadas pelas novas tecnologias no setor produtivo, fator desencadeador de mudanças substanciais nas relações de trabalho, na geração de emprego e na distribuição de renda em diferentes escalas.
  • Formas de representação e pensamento espacial: além da ampliação gradativa da concepção do que é um mapa e de outras formas de representação gráfica, são reunidas aprendizagens que envolvem o raciocínio geográfico. Espera-se que, no decorrer do Ensino Fundamental, os alunos tenham domínio da leitura e elaboração de mapas e gráficos, iniciando- -se na alfabetização cartográfica.
  • Natureza, ambientes e qualidade de vida: busca-se a unidade da geografia, articulando geografia física e geografia humana, com destaque para a discussão dos processos físico-naturais do planeta Terra.

  • É hora de aprender a aprender!
  • A cidade e o campo: aproximações e diferenças.
  • Aprofundando as habilidades descritas abaixo
  • Aprofundando as Habilidades descritas abaixo.
  • A cidade e o campo: aproximações e diferenças. Diferentes sujeitos do campo e da cidade.
  • Aprofundando as Habilidades descritas abaixo.
  • TEMA GERADOR: NA ESCOLA SOMOS TODOS IGUAIS
  • TEMA GERADOR: OBSERVANDO O CÉU
  • TEMA GERADOR: É HORA DE VALORIZAR O QUE É NOSSO! PATRIMÔNIO IMATERIAL.
  • TEMA GERADOR: É HORA DE VALORIZAR O QUE É NOSSO! PATRIMÔNIO IMATERIAL.
Gratuito